Oito

Última semana de Agosto, 2016: “Eu não consigo manter um blog”.

Realizava-se a 6 de Setembro de 2016 o maior exemplo da minha existência, a contradição. E assim o foi desde o início. Não foi criado numa data especial, nem mesmo num dia ímpar. Poucas foram as opiniões que pedi e até mesmo as que ouvi. Mas foi em Setembro e isso importava. O mês ligado ao começo, à mudança.

Contrario-me mais uma vez para celebrar estes oito meses.

Perco-me tardes inteiras no seu conteúdo, nas fotos que tenho de escolher. Encontro-me na palavra ‘amadora’. Nunca passarei de uma principiante na arte de blogar, nem mesmo da de escrever e apreciar.

Ao tropeçar nos posts que não falam de mim, volto aos meus antigos blogs. E tal como eu, não os reconheço. Crescemos. Separados pela preguiça e pelo que ainda estava para nascer.

Oito foram os meses que me mudaram o ano passado. Era apenas alguém prematuramente crescida que acabara de ver o Mundo. O Volta’s funciona como uma extensão de mim, analisa e publica o que vejo, e como reajo.

Hoje, ao ouvir o chilrear dos mesmos pássaros que abrem a minha canção favorita, ainda não sei como o mantenho, sei que no dia em que a energia acabar este se desliga. Mas pelo menos a estes oito poderei sempre voltar.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s